quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Jornada de trabalho do fonoaudiólogo




A recomendação foi apresentada pela relatora Marta Suplicy e aprovada por unanimidade.
A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou hoje (31/8) a fixação da jornada de trabalho de, no máximo, 30 horas semanais para fonoaudiólogos. Se não houver recurso com pedido de vistas em até cinco dias úteis após a publicação da medida no Diário Oficial do Senado – que deve acontecer amanhã (1/9) –, o
Projeto de Lei Complementar 119/10 seguirá para sanção presidencial.
A recomendação foi apresentada pela relatora da matéria, a senadora por São Paulo Marta Suplicy, e aprovada por unanimidade pelos parlamentares presentes na sessão. Segundo ela, a medida teria o respaldo de leis federais e estaduais já aprovadas nessa direção, de outras propostas similares em tramitação no Congresso e até de orientação da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
Outro fator a reforçar a necessidade de redução de jornada para fonoaudiólogos é a ameaça constante de estresse e desgaste mental ao qual se submetem estes profissionais. “A exposição à jornada prolongada de trabalho apenas agrava esse risco, com evidente prejuízo aos pacientes e à sociedade”, alerta Marta Suplicy.
A padronização da carga horária para os fonoaudiólogos contou com o apoio dos senadores Waldemir Moka, do Mato Grosso do Sul, Vanessa Grazziotin, do Amazonas, Paulo Davim, do Rio Grande do Norte, Lúcia Vânia, de Goiás, Wellington Dias, do Piauí e Ana Rita, do Espírito Santo.
Com informações da Agência Senado
http://www.senado.gov.br/noticias/psicologos-e-fonoaudiologos-poderao-ter-jornada-semanal-de-30-horas.aspx

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo leitor, faça seu comentário, desde que:

- Não contenham palavras de cunho ofensivo ao autor e/ou outras pessoas que tenham postado seu comentário.

- Não serão aceitos comentários de pessoas que se identifiquem como "anônimas".

- Não vamos esquecer que sempre que escrevemos uma outra pessoa irá ler, então,não postemos nada que não gostaríamos de ler!