terça-feira, 31 de maio de 2011

Poema sobre a Fonoaudiologia

Faz um tempo que eu escrevi este poema. Às vezes tem determinadas ações e/ou procedimentos, não só dentro da Fonoaudiologia, mas, na área da saúde como um todo que me faz parar e pensar na importância de lidar-se com o ser humano e, em como deveria ser este atendimento, no intuito de proporcionar ao nosso cliente nada aquém do "melhor". 

Ao refletir sobre todos esses aspectos este poema surgiu, como um "lembrete" a todos os colegas de profissão:



Atendimento

A Fonoaudiologia precisa
de um pouco de inspiração.
Terapeutas nós necessitamos
utilizar mais a emoção,
Trabalhar menos com a razão,

e escutar mais nosso coração.
Um simples olhar ou um
aperto de mão
podem fazer a diferença
no tratamento de nosso paciente.
Por trás da doença
há um homem, uma mulher, uma criança
que necessita de sua atenção.
Às vezes ele cala e consente,
se permite manipular.
No entanto, naquele momento,
Era preciso apenas lhe escutar.
O cliente realmente estará em
primeiro lugar,
quando nosso atendimento
conseguirmos humanizar!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo leitor, faça seu comentário, desde que:

- Não contenham palavras de cunho ofensivo ao autor e/ou outras pessoas que tenham postado seu comentário.

- Não serão aceitos comentários de pessoas que se identifiquem como "anônimas".

- Não vamos esquecer que sempre que escrevemos uma outra pessoa irá ler, então,não postemos nada que não gostaríamos de ler!